CCB - Perguntas Frequentes - COLA E PLÁGIO

(dados eventualmente não-atualizados - consulte fonte oficial)

home

O código de Ética da USP assinala infrações referentes a cola e plágio, que são passíveis de punição. Elas são previstas no artigo 23, inciso II:

"Artigo 23 – É vedado aos membros do corpo discente e demais alunos da Universidade:

I – prolongar indevidamente o período de formação acadêmica ou manter matrícula com o objetivo de utilizar as estruturas da Universidade;

II – lançar mão de meios e artifícios que possam fraudar a avaliação do desempenho, seu ou de outrem, em atividades acadêmicas, culturais, artísticas, desportivas e sociais, no âmbito da Universidade, e acobertar a eventual utilização desses meios."

Verifique a versão atual deste título.


O docente tem obrigação de denunciar (artigo 16, inciso V):

"Artigo 16 – Deve, ainda, o docente:

V – denunciar o uso de meios e artifícios que possam fraudar a avaliação do desempenho discente;

...”

Verifique a versão atual deste título.


As infrações serão apuradas e os resultados enviados às autoridades competentes (Artigo 39):

Artigo 39 – A Universidade criará uma Comissão de Ética com as atribuições de:

I – conhecer das consultas, denúncias e representações formuladas contra membros da Universidade, por infringência às normas deste Código e postulados éticos da Instituição;

II – apurar a ocorrência das infrações;

III – encaminhar suas conclusões às autoridades competentes> para as providências cabíveis;

...”

Verifique a versão atual deste título.


Veja o código inteiro.


Em 2016, foi detectado um esquema de cola na Poli. Veja uma notícia na imprensa.


Calculadoras e celulares nas provas: leia a portaria DIR-2110 da Poli.


Texto criado em 22/2/2017 por Augusto Camara Neiva (CCB-Poli-USP).